terça-feira, 2 de agosto de 2016

Ameaça ao corpo de Cristo: Pecados sociais


Ameaça ao corpo de Cristo:  Pecados sociais


O ser humano é um ser sociável, ele precisa de outras pessoas para juntos construir a família, o casamento, a sociedade e a igreja. Mas certos cuidados devem ser tomados porque existem determinadas ameaças que de algum modo intencionam quebrar a família, o casamento, a sociedade e a igreja cristã. São eles:

Contendas

Contenda são as brigas decorrentes de discussões travadas entre as pessoas. Existe aquele tipo de discussão que é proveitoso, esse tem o objetivo de se chegar a uma compreensão, mas há o tipo de discussão que é fruto de um coração cheio de contendas.
Em Gálatas 5.20-21 somos informados que as contendas são obras da carne e que podem ser prejudiciais à alma do homem a ponto de condená-la. Esse é o tipo de comportamento daquelas pessoas cheias de si mesmas que querem fazer prevalecer a sua vontade sobre a de todos os demais.
Na igreja muitas opiniões podem ser dadas, mas todos nós precisamos aceitar que nem sempre nossas ideias são as melhores, muitas vezes podemos ter boas ideias, mas que são inapropriadas para o momento em que estamos vivendo. Devemos ser humildes e aceitar o fato de que outras pessoas também podem ter boas ideias e não apenas nós. Agora veja o que Deus pensa sobre as contendas lendo Provérbios 6.16-18 e Filipenses 2.14.
De onde nascem as contendas?
• Do ódio – (Provérbios 10.12);
• Da soberba – (Provérbios 13.10).
• Da perversidade – (Provérbios 16.28);
• De pessoas que amam a contenda – (Provérbios 17.19);
• De um coração tolo – (Provérbios 18.6).

Partidarimos

Chamamos de partidarismo a ato de você se associar com um determinado grupo para humilhar, zombar ou de modo geral desprezar outro grupo. Os partidarismos são danosos ao Corpo de Cristo porque o partem e um corpo partido é um corpo sem vida. Em I Coríntios 1.12,13 somos informados sobre os partidos que estavam prejudicando a igreja. Além disso, quem é partidário é carnal (I Coríntios 3.4). Como membros do Corpo e Cristo nós precisamos valorizar e promover a unidade.

Inimizades

As inimizades são aquelas raízes de amargura que levam as pessoas a verem os outros como desprezíveis, indignos de amizade e imerecedores de atenção e cuidado. Para combater a inimizade Jesus mandou que amássemos até os nossos inimigos.
Ao amar e orar por nossos inimigos (Mateus 5.44), somos automaticamente transformados e passamos não mais a vê-los como inimigos. Deus reconcilia os inimigos conosco quando andamos em seus caminhos (Provérbios 16.7). Somos ensinados a abençoar aos nossos inimigos (Romanos 12. 16-21).
Somos convocados a promover a paz, o amor e a fraternidade dentro da Igreja. Que sejamos então bons praticantes daquilo que Deus nos concedeu.


Rosivaldo Silva Santos
Por Rosivaldo Silva Santos

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Cadastre seu email e receba nossas novidades