segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Não sou casada no papel. Posso tomar santa ceia?

Posso tomar santa ceia mesmo sem ser casada no papel?




Você Pergunta: Antes de me converter e conhecer os caminhos do Senhor eu já vivia amasiada com meu atual companheiro há cerca de 15 anos. Agora que me converti reconheço que preciso acertar a nossa situação. Já me batizei, mas estou em dúvida se devo participar da ceia ou não. Isso porque meu companheiro não aceita se casar certinho de papel passado, pois ele ainda não é cristão e quer que as coisas continuem como estão. O que devo fazer? Não poderei nunca tomar a santa ceia se ele não aceitar regularizar a nossa situação?
Cara leitora, essa sua situação tem sido a dúvida de muitas pessoas que antes de se converter viviam vidas longe de Deus, mas após a conversão, desejam mudar aspectos que não agradam a Deus e que também as incomodam por causa da nova vida em Cristo. Gostaria de fazer algumas considerações sobre esse seu caso, a fim de chegarmos a uma conclusão acertada e bíblica sobre o assunto:

Posso tomar Santa Ceia estando amasiada?

(1) A grande marca que vemos na vida de cristãos verdadeiros é o desejo de mudar aspectos de suas vidas que não agradam a Deus e que foram contraídos quando ainda não conheciam a Cristo. Inclusive, isso é muito ensinado na Bíblia: “Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz” (Efésios 5:8). Quando essas mudanças dependem exclusivamente de nós mesmos creio que tenhamos uma responsabilidade maior de lutarmos contra o que está errado e implantar aquilo que é correto e de acordo com a vontade de Deus. Mas nem sempre é assim. E no caso de um casal amasiado, onde um se converteu e o outro não? Será que tudo de errado que possa haver nesse casamento é responsabilidade da parte que é cristã?

(2) Uma união onde apenas um dos dois se converteu, oferecerá algumas dificuldades a mais para o novo convertido. Mas devemos olhar essa questão com atenção. No caso da sua pergunta sobre o marido não desejar regularizar o casamento, penso que devamos pensar que a Bíblia é clara quando diz que “…cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus” (Romanos 14:12). Se a parte cristã tem o desejo de regularizar seu casamento, mas o companheiro resiste a essa questão, a parte cristã não pode mais ser culpada de viver amasiada. Alguns podem pensar que nesse caso a separação seria a solução, porém, a Bíblia é contra o divórcio e o aceita apenas em questões bem específicas, o que não é o caso aqui. Logo, essa mulher não pode ser culpada por uma situação que ela deseja resolver, mas não consegue por não depender somente dela, mas também do companheiro.

(3) Sendo assim, creio que a igreja em que você congrega não deve te proibir de participar da Santa Ceia, pois não seria justo você ser privada da comunhão por algo que não está somente em suas mãos resolver. Você deve sim participar de todos os benefícios de quem é nova criatura e está em Cristo. Mas converse com carinho com sua liderança sobre essa questão, tenho certeza que eles te ajudarão a conduzir-se com sabedoria.

(4) Porém, creio ser importante que você continue orando fervorosamente pela conversão de seu companheiro e também para que Deus amoleça o coração dele com relação a regularização do casamento de vocês, a fim de tranquilizar seu coração. Evite brigar por causa desse tema, mas pense com carinho na orientação bíblica para mulheres com maridos não crentes, que diz: “Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor” (1 Pedro 3:1).Uma esposa sábia terá um grande poder em mãos para trazer seu esposo até a presença de Deus. Use esse poder!

fonte: www.esbocandoideias.com
 Presbítero André Sanchez

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Cadastre seu email e receba nossas novidades