terça-feira, 11 de agosto de 2015

5 razões para recomeçar quando você sofrer uma derrota

5 razões para recomeçar quando você sofrer uma derrota


Derrotas! Quem gosta delas? A derrota costuma nos trazer tristeza, frustração e, muitas vezes, dor. Daí não gostarmos muito da presença dela em nossa vida. Muitas pessoas sofrem grandes baques quando são derrotadas. A derrota exerce tamanho impacto na vida delas que costumam perder o ânimo. Alguns ficam tristes, ansiosos, depressivos e se perguntam se conseguirão superar a queda. Não é pequeno o número daqueles que desistem diante das derrotas, que perdem a capacidade de sonhar, que não creem mais que serão vitoriosos um dia. Felizmente uma derrota não é o fim. A Bíblia nos ensina cinco preciosas razões para não olharmos para a derrota como o fim, mas como uma oportunidade de recomeçar.


1) Recomece recebendo o perdão de Deus

Muitas de nossas derrotas acontecem porque pecamos contra Deus. Damos ouvidos à nossa carne, ao mundo, ao inimigo de nossas almas. O pecado acaba nos levando a derrota, ao que a Bíblia chama de caminhos de morte (Provérbios 16:25). Felizmente Deus tem misericórdia de nós e proveu uma forma de recomeçarmos. Essa forma chama-se arrependimento. Deus nos ensina que “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9). Deus nos dá a oportunidade de recomeçarmos após uma derrota, recebendo o pleno perdão Dele.

2) Recomece com novas atitudes

Alguém já disse que atitudes iguais levam a resultados iguais. Quando somos derrotados precisamos avaliar a situação e identificar formas de fazer diferente. Se após uma derrota recomeçarmos agindo da mesma forma seremos derrotados novamente. É preciso traçar novas ações. A Bíblia diz algo interessante sobre esse tema: “e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade” (Efésios 4:24). Para recomeçar após uma derrota precisamos aprender a tirar a roupa velha, a roupa da derrota, e vestir-nos com uma nova roupa, que nos dará a capacidade de construir uma nova história, vitoriosa. Para que tenha efeito, essa nova roupa precisa ser pautada na justiça e retidão como nos ensina o texto.


3) Recomece com positividade

Sempre que passamos por uma derrota e buscamos um recomeço, é normal que surjam alguns sentimentos na nova caminhada. Geralmente após a animação inicial do recomeço costumamos ser muito tentados pela negatividade. Essa negatividade nos faz ver as coisas em preto e branco, trazendo à nossa mente o fantasma das derrotas anteriores. Muitas vezes nos leva a uma nova derrota, pois ficamos como que travados por uma negatividade paralisante. Por isso, precisamos recomeçar positivamente, tendo fé: “Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem” (Hebreus 11:1). Negatividade gera incerteza, fé gera certeza, mesmo que nada esteja sendo visto.

4) Recomece com planejamento

Muitas das nossas derrotas acontecem porque não planejamos as coisas. Planejamentos nos ajudam a pensar com antecedência em questões importantes e antecipar a solução de problemas que podem surgir e causar a nossa derrota. A queda de um prédio pode ser impedida se os engenheiros projetarem com cuidado cada estrutura a fim de darem sustentação a ele. Jesus nos ensinou sobre isso: “Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir?” (Lucas 14:28).Recomeçar com um bom planejamento vai evitar que passemos vergonha diante de uma nova derrota.

5) Recomece sendo mais resiliente

Resiliência é uma palavra da física e significa a capacidade de alguns materiais retornarem ao seu estado original após sofrerem alguma pressão. Por exemplo, entre os materiais resilientes estão a espuma, a mola, o elástico. Devemos recomeçar como a espuma, que mesmo sofrendo pressões consegue retornar à sua posição original. Um exemplo clássico dessa característica foi Jó, que após receber notícias terríveis mostrou grande resiliência: “Então, Jó se levantou, rasgou o seu manto, rapou a cabeça e lançou-se em terra e adorou; e disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei; o SENHOR o deu e o SENHOR o tomou; bendito seja o nome do SENHOR!” (Jó 1:20-21). Jó sofreu grandes perdas, mas soube recomeçar sem amaldiçoar a Deus, foi resiliente e firme em suas posturas. Por isso, Deus fez dele um vencedor!


fonte: www.esbocandoideias.com

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Cadastre seu email e receba nossas novidades