quinta-feira, 23 de julho de 2015

Quebrei o propósito que fiz com Deus, o que fazer?

Quebrei um propósito que fiz com Deus. O que devo fazer?

Você Pergunta: Alguns meses atrás eu fiz um propósito com Deus de acordar todos os dias às três da manhã, durante um mês, para ter um momento de oração diante de Deus e conseguir alcançar uma bênção que tenho buscado de todo o coração. O problema é que já falhei três vezes, não consegui acordar. O que faço agora? Será que Deus está bravo comigo e não me abençoará por eu ter quebrado esse propósito? O que devo fazer?
Cara leitora, sua dúvida é bem interessante e vai nos possibilitar falar um pouco sobre essa questão de se fazer propósito com Deus e sobre a seriedade desse assunto.

Quebrei o propósito que fiz com Deus, o que fazer?

(1) No que se refere a propósitos ou votos que fazemos diante de Deus, é bom lembrar as palavras do sábio: “Melhor é que não votes do que votes e não cumpras” (Eclesiastes 5:5). Isso porque a Bíblia é clara quando diz que devemos cumprir as nossas palavras e sermos bem claros em nossas posições (ainda mais perante Deus!): “Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno” (Mateus 5:37). Isso nos mostra que devemos pensar muito bem antes de fazer um propósito com Deus. Devemos avaliar com sabedoria a situação antes de assumir um compromisso com Ele. Votos não são moedas de troca, com os quais “obrigamos” Deus a nos dar bênçãos. Antes, são ferramentas de adoração a Deus e busca de maior proximidade com Ele, por isso, devem ser vistos com respeito.

(2) Muitas pessoas na ansiedade de buscar uma bênção de Deus, e sem pensar muito se tem condições de cumprir determinado voto, vão fazendo propósitos impensadamente. O que ocorre é que acabam passando por problemas, pois não conseguem cumprir o que prometeram diante de Deus. Nesse caso é melhor não fazer voto algum a fazer e descumpri-lo. Tenho um amigo, que no calor de uma situação que passou, fez um propósito de ficar um ano sem tomar refrigerante. Não preciso nem dizer que ele sofreu muito e se arrependeu desse propósito, não é? Assim, esse propósito não foi abençoado para ele, foi um fardo, o que não é algo bom.

(3) Mas não podemos negar que mesmo alguém que pensou bem em um voto que fez, pode, por algum motivo, acabar quebrando-o. Nesse caso deve-se avaliar a intenção dessa quebra de voto. No seu caso, leitora, se você já quebrou seu propósito três vezes, deve se perguntar: por que isso ocorreu? Será desleixo da sua parte ou foi algum imprevisto, por exemplo, o despertador não tocou ou coisa parecida? De qualquer forma, creio que o melhor a fazer diante de um propósito quebrado é pedir perdão a Deus e retomar o propósito com mais afinco afim de cumpri-lo diante de Deus. Se seu propósito foi de trinta dias e você falhou três dias, acrescente mais três dias e siga em frente. Deus conhece o nosso coração e abençoará aqueles que O tratam com temor e tremor.


Fonte: Presbítero André Sanchez
www.esbocandoideias.com

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Cadastre seu email e receba nossas novidades