J.A Peças e Serviços

Aqui o seu carro, moto e bicicleta é bem cuidado, venha e confira nossas instalações...

Anuncie conosco

Quer ser visto? anuncie seu trabalho, sua loja, seu projeto e veja o resultado que...

Kamila Káren - confira agenda da cantora:

Mais que músicas, bençãos em suas vidas...

Acessem o site da Assembleia de Deus Serra do Mel

Conheçam o portal da Igreja em Serra do Mel e conheça um pouco mais sobre...

Pr. Demetrius e Pr. Angélica

Conheça o blog do ministério dos...

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Deus se entregou por tudo que você é

Deus se entregou por tudo que você é

A espécie humana com certeza é algo importante para Deus.  Em primeiro lugar, porque o próprio Deus criou o homem (Gênesis. 1:27). Em segundo lugar, porque Deus deu seu próprio filho para se sacrificar por toda a humanidade (1 João 2:2). Logo, concluímos que o Deus que deixou seu filho ser surrado a morte não pode estar brincando com a vida. Partindo desse ponto, gostaria de refletir sobre a importância de aceitar o amor de Deus por nós, mesmo sendo pecadores.
Nós humanos temos comportamentos que formam a nossa base, muitos desses comportamentos nos impedem de entender Deus e o seu amor por nós. Isso, porque o amor de Deus nos constrange, nos desmorona, e não é explicado em palavras, mas consiste no próprio Deus que se fez carne e morreu para que tenhamos vida (João 10:10). Falo isso, porque nossos comportamentos invertem os valores do amor de Deus, nosso egoísmo tenta explicar esse amor, sem exito. Colocamos Deus em uma caixa onde damos parâmetros para explica-lo e acabamos achando que estamos vivendo para Deus, quando na realidade estamos vivendo para nós mesmos. Até demos um nome para essa caixa em que colocamos Deus e desfraldamos o seu amor, a chamamos de religião. Esquecemos o que o próprio apóstolo Paulo nos ensinou: “Visto que, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por meio da sabedoria humana, agradou a Deus salvar aqueles que creem por meio da loucura da pregação” (1 Cor 1:21). A mensagem de Jesus é loucura porque ela nos desfaz. Porque mesmo sendo pecadores, incrédulos e sem entendimento, Deus permanece nos amando e desejando que olhemos para Ele.
Deus é o Todo-Poderoso, tudo pode acontecer como Ele quer, Ele pode dominar tudo, mas Deus escolheu se retirar, para o homem imperfeito aparecer. Veja que amor maravilhoso. Em Gênesis, Deus não criou o homem para ser seu servo, mas Deus o criou para ser rei. Deus criou todo um planeta, animais, plantas, um jardim, tudo necessário para nossa vida e desenvolvimento, e disse: Domine sobre tudo (Gênesis 1: 26 ao 30). Mais do que isso até, o próprio Deus servia ao homem, lhe supria suas necessidades e o ensinava. Deus escolheu se retirar, para que eu e você tivéssemos vida, Ele nos criou e nos amou.
Para nossa vida, Deus aceitou uma crucificação. Jesus poderia fugir daquela morte, ele sendo Deus poderia matar a todos que queriam o prender, mas ele fez questão de morrer por nós, ele escolheu sofrer todas as agonias e dores numa cruz, num gesto de “Eu amo todos vocês”. Saber que Deus nos ama é fundamental para nossa base egoísta desmoronar. Jesus morrer numa cruz, foi um grito de liberdade para nós, Jesus estava nos salvando do pecado. Jesus estava nos salvando da morte. Jesus estava nos salvando de nós mesmos. A religião coloca uma grande barreira para entender o amor de Deus, mas a loucura do amor de Deus é uma linha vertical que começa em Deus e vai direto a você, sem intermediadores. A vida é um falso desejo de nosso ego, onde conseguimos agradar a muitos, sem que nos conheçam. Deus nos conhece, sabe de tudo o que somos, e nos ama mesmo assim.
Deus se sacrificou por inteiro, para o homem todo. Deus se deu por você, sabendo de todas as suas falhas, paixões e medos. Não é necessário se esconder de Deus. Em Gênesis, encontramos o relato que Adão e Eva se esconderam depois de terem pecado. “Chamou, porém o Senhor Deus o homem e lhe perguntou: Onde estás? Adão respondeu: Ouvi a tua voz e tive medo, porque estava nu, e escondi-me. Então, Deus perguntou: Quem te mostrou que estavas nu? (Gênesis 1: 8 ao 11). Perceba, Adão e Eva são modelos de nosso comportamento, também gostamos de nos esconder, fazemos isso com Deus, com as pessoas e até conosco. Tentamos viver em um mundo reprimindo nossas dores e agradando uns aos outros com nossas falsidades. Pregamos o que não acreditamos para sermos aceitos, estudamos o que não gostamos para agradar, somos egoístas e fazemos nossos prazeres para não ouvir Deus, temos medo que Deus nos veja, que ele esteja certo, que ele destrua nossas bases humanas. Mas é isso que amor de Deus faz, Ele sabe que estamos nus e não se incomoda com isso, nós queremos nos vestir, mas Deus quer nos amar.
O amor de Deus por nós não é um peso, mas é um privilégio. Deus nos ama como realmente somos, quer gostemos disso, quer não, é preciso reconhecer e aceitar a loucura de um Salvador de compaixão infinita, de um perdão difícil de aceitar e de um amor que não tem registro de erros. Deus o ama, está presente em você e vive em você. Talvez, você esteja tão escondido que não saiba nem quem é, por isso, o apóstolo João disse que “Deus é luz”. No amor de Deus você se descobre, você entende a vida, você é salvo, você é transformado. Deus se entregou por inteiro, por tudo o que você é.
Deus abençoe.

Rodrigo Santoro será Jesus Cristo em novo filme de Hollywood


Os filmes com temas religiosos têm rendido muito dinheiro aos estúdios de cinema, embora nem sempre sejam sucesso de crítica. Desde que Mel Gibson retomou o gênero religioso, 10 anos atrás, várias produções de empresas famosas e também de produtoras menores chegaram às telas do cinema e da televisão.
Após o anúncio que um muçulmano viverá Jesus na série “Killing Jesus”, agora o site The Hollywood Reporter anuncia que o ator brasileiro Rodrigo Santoro foi escolhido para interpretar Jesus Cristo na nova versão de “Ben-hur”.
A aposta dos estúdios MGM e Paramount é na força do filme original, que até hoje é um dos recordistas do Oscar. A produção de 1959 ganhou 11 estatuetas. Segundo o site da revista, o remake será dirigido por Timur Bekmambetov, responsável por filmes que tiveram pouca expressão até agora como “O procurado” (2008) e “Abraham Lincoln: caçador de vampiros” (2012).
Por isso já surgem questionamentos que tom o novo “Ben-Hur” mostrará nas telas. Será mais um filme de ação que uma produção de época. O mesmo aconteceu recentemente com “Noé” e “Êxodo: Deus e reis”.
Contudo, os estúdios convidaram para produzir o longa o casal Mark Burnett e Roma Downey, responsáveis pela série “A Bíblia” e o filme “O Filho de Deus”.  Isso poderá garantir que o aspecto religioso não se perca.  “Ben-Hur é uma das obras cristãs mais importantes da ficção e esse roteiro é surpreendente”, garante Dowey.
A produção inicia nos próximos meses e deve ser lançado no início de 2016. Já foram divulgados os nomes de Jack Huston (como o protagonista) e Morgan Freeman como o homem que o treina para a corrida de bigas. Santoro ficou famoso pelos filmes “300”, no papel do rei persa Xerxes.
Embora não seja uma história bíblica, o romance de Lew Wallace “Ben-Hur: Um conto de Cristo”, publicado em 1880, mostra como um judeu é traído, vendido como escravo e volta para se vingar. Na história, ele aprende o que é perdão, pois testemunha uma pregação de Jesus e o vê ser crucificado.

Arábia Saudita aplica lei religiosa e decapita mulher

Arábia Saudita aplica lei religiosa e decapita mulher

Um acontecimento do dia 12 de janeiro dá fortes indícios que o Estado Islâmico não é o único movimento muçulmano que defende a decapitação como forma de punição. Eles estão apenas levando a cabo o cumprimento da sharia – leis religiosas muçulmanas.
Um vídeo ganhou as redes sociais e causou grande polêmica. A gravação mostra autoridades da Arábia Saudita decapitando publicamente uma mulher na cidade de Meca, local mais sagrado da religião islâmica.
Laila Abdul Muttalib Basim, nascida em Myanmar, mas que residia na Arábia Saudita, teve sua cabeça cortada com golpes de espada após ter sido arrastada por quatro policiais pelas ruas. Ela era acusada de ter violentado sexualmente e matado sua filha de sete anos. O vídeo mostra a mulher gritando repetidas vezes “não matei, não matei” e pedindo clemência.
Um homem vestido de branco com uma espada ritual dá três golpes até dividir a cabeça do restante do corpo. O ministro do Interior da Arábia Saudita afirmou em comunicado que a sentença levava em conta a gravidade do crime. Segundo ativistas de direitos humanos, a prática vem crescendo no país. Foram 78 decapitações em 2013; 87 em 2014 e neste ano já chagaram a sete apenas em janeiro.
Um dos principais fornecedores de petróleo do mundo e importante parceiro comercial dos EUA, a Arábia Saudita geralmente não recebe o mesmo tipo de acusações de violação de direitos quanto outros países árabes. Segundo a lei vigente, vários crimes, incluindo homicídio, violação sexual, adultério ou assalto à mão armada podem ser punidos com pena de morte.
Os métodos mais comuns, são a decapitação e o apedrejamento. Também há casos em que o culpado é açoitado publicamente, como o caso recente do blogueiro Raif Badawi, sentenciado a mil chicotadas e 10 anos de prisão por ter criado um site onde defende o liberalismo, incluindo a diminuição da influencia da religião no país. Ele receberá chicotadas publicamente todas as sextas-feiras – dia sagrado no Islã – durante 18 meses, quando sua pena será completa.
Na Arábia Saudita não existe liberdade religiosa, as igrejas são proibidas e até mesmo carregar uma Bíblia é considerado crime. Com informações de Independent

Encontrado manuscrito mais antigo do Novo testamento

Encontrado manuscrito mais antigo do Novo testamento

Cientistas encontraram a cópia mais antiga de um Evangelho dentro de uma tumba egípcia. O fragmento em papiro do Evangelho de Marcos fazia parte da máscara de uma múmia e foi achada três anos atrás. Porém, somente agora conseguiram comprovar que é autêntico. Trata-se de uma dentre as centenas de documentos analisadas pela equipe de Craig Evans, doutor em Estudos Bíblicos, ligado à Universidade Evangelista de Acadia, no Canadá.
O grupo comandado por Evans reúne mais de 30 especialistas. Oficialmente, este é o manuscrito do Novo Testamento mais antigo de que se tem conhecimento. Testes indicam que ele foi escrito entre o ano 80 e 90 d.C. Até recentemente, as cópias mais antigas eram do segundo século depois de Cristo. A datação do material é realizada utilizando-se o isótopo carbono-14.
O papiro era um material muito caro na época e alguém reutilizou o material na confecção da máscara funerária provavelmente sem saber do que se tratava. Segundo a tradição, o evangelista Marcos escreveu seu evangelho em Roma, seguindo o relato do apóstolo Pedro.
Como essa cópia chegou ao Egito? “No antigo Império Romano, o correio tinha a mesma velocidade de hoje em dia. Uma carta escrita em Roma poderia chegar a um destinatário no Egito poucas semanas depois. Marcos escreveu seu evangelho no final da década de 60 d.C. Logo, seria possível encontrar uma cópia dele no Egito 20 anos depois”, esclarece Evans.
O especialista relata inda que as máscaras funerárias de papiro eram comuns entre a população mais pobre, nada tendo a ver com as luxuosas máscaras de ouro dos faraós. Usando uma técnica delicada, eles eliminam as camadas de tinta, dissolvem a tinta para então ler o conteúdo do material, mesmo após milhares de anos.
“Estamos recuperando vários documentos antigos, do primeiro, do segundo e do terceiro século depois de Cristo. Não apenas documentos bíblicos. Há também textos gregos clássicos ou cartas pessoais”, asseverou ele ao site LiveScience. O que diz o trecho recuperado somente será revelado quando todas as descobertas forem publicadas em uma revista especializada, o que deve ocorrer nos próximos meses.
Um dos principais debates entre os especialistas é que o fragmento poderá mostrar se houve algum tipo de alteração nos fragmentos do Evangelho de Marcos datados de séculos posteriores. Como papiro dura muito tempo, os cientistas acreditam que “um escriba podia fazer uma cópia de um texto no terceiro século tendo à sua disposição (os) originais do primeiro século, ou cópias do primeiro século, ou ainda cópias do segundo século”.


fonte:gospel prime

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Me FALTA Tempo!

Às vezes achamos que 24 horas por dia, é pouco pra fazer tudo que precisamos num dia, teve uma época, que eu precisava de no mínimo de um dia com 59 horas, pra resolver o meu problema de “falta de tempo”, mas o que eu precisava na verdade era uma boa organização de horários, e será que nessa correria do dia a dia temos dedicado a Deus todo o tempo que Ele merece de nossas vidas?
 
Em uma pregação escutei uma vez, “...todos os dias Deus espera pelo momento em que vamos lembrar-nos dEle, o momento que vamos falar com Ele...”, mas será que estamos lembrando de fazer isso? Às vezes alegamos falta de tempo, mas eu nem vou comentar as oportunidades que temos e desperdiçamos no dia a dia...
 
É frustrante viver competindo contra o relógio. Impossível dominar o tempo. Pois o tempo pertence a Deus. Um dos segredos de viver com serenidade consiste em saber dar tempo a ele mesmo. Reconhecer que há tempo para tudo. E não fazer tudo ao mesmo tempo. Mas na hora em que for apropriado. “Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar.”  (Eclesiastes 3:2-3)
 
Quem vive sem tempo para Deus vira um escravo dos segundos, dos minutos e de suas horas. Perde o discernimento de que, nessa vida, qualquer coisa é passageira. Assim como, nós mesmos. Todas as nossas preocupações vão passar. Infelizmente o que fica, ou melhor, o que se perdeu foi a oportunidade de tocar a vida sem tantas angústias. Tendo uma vida digna de ser vivida. Depositando em Deus a confiança diante de nossos problemas. Esperando nEle a nossa vitória diante da morte.
 

 
Pra meditação de todo mundo Salmos 90:12.
 

 
Por Darciane Lima
Geração Jovem

Evangélicos com depressão? Evangélicos com solidão?


O grande problemas dos evangélicos e se acharem superior e por isso imunes as doenças da alma. É infantil demais pensar que só porque servimos (a maioria de nós não entendeu o que é servir) a um Deus vivo, estamos livres de problemas relacionados a mente e a alma. “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal”. Nós lemos isto e não entendemos que carregamos as consequências de viver no mundo.
Eu mesmo sempre tive problemas em lidar com a dor, a perda, a solidão e a depressão. Talvez por isso sempre que posso, falo da dor e do porquê Deus as vezes parece ausente no momento da depressão.
C.S. Lewis escreveu em um de seus livros:
 “Enquanto isso, onde está Deus? Este é um dos sintomas mais perturbadores. Quando você está feliz, tão feliz a ponto de não ter a sensação de precisar dele, ao recorrer a Ele com louvor, você é recebido de braços abertos. Mas recorra a Ele em um momento de desespero, quando todos os demais tipos de ajuda se mostram inúteis, e o que você encontra? Uma porta se bate no seu rosto, e você ouve o som da tranca que a fecha por dentro. Depois, segue-se o silêncio. Você pode tratar de ir embora.”
De fato, quando estamos nos sentido deprimidos e sozinhos Deus parece “fugir” de nós. Quando pensamos em falar sobre isto com os “irmãos da igreja”, logo receamos, pois hoje em dia o diabo tomou proporções de um “Semideus”, de tal modo que logo estarão expulsando ou “entrevistando” o diabo em você, pois para eles a dor na alma tem a ver com a quantidade de jejuns que não foram feitos ou com a quantidade de vezes em que você tentou orar mas não falou em línguas, só em lágrimas.
Evangélicos com depressão
Só quem já passou ou está passando por isso sabe do que estou falando. É quando você é tomado por uma dor que no inicio não incomoda mas que, conforme o tempo passa, se transforma em algo que toma todas as suas forças. Nem o que dava prazer e gáudio em você é poupado. De fato, quando o inverno chega, só pensamos na primavera e na possibilidade de andar descalço no verão, pois todas as nossas referências de inverno se limitam a um tom cinzento. Mas o problema é quando o inverno demora tanto a passar que a única solução é calçar as botas da solidão e se trancar no quarto da alma, esperando (em vão) que alguém não o julgue pelos cacos quebrados, mas te ajude a colar os pedacinhos que sobraram.
O Apostolo Paulo chamou esta “estação” de dia mau, mas o problema é que não dura um dia! O trem da nossa existência insiste em ficar parado nesta estação por um longo período, sendo que, para quem está do “lado de fora”, as vezes a parada dura algumas horas, mas para quem está dentro do trem, a parada pode ser uma “eternidade”.
Lendo isto (pois se você leu até aqui é porque está realmente passando, ou conhece alguém que está passando por isso), você me pergunta: “Como um evangélico pode lidar com a depressão e a solidão?”. A resposta é simples: Como todo mundo! Procurar um psicólogo e fazer terapia deve ajudar você a melhorar gradativamente. Outra dica que dou é escrever, praticar esportes e procurar uma atividade (talvez você possa criar um blog).
Se você entrou aqui esperando ler centenas de versículos isolados, dizendo que você é o melhor do mundo e que a sua depressão/solidão é resultado de uma ação diabólica, você infelizmente não quer ouvir a verdade. A angústia é sua, do mesmo modo que a depressão/solidão é minha! Deus pode curá-lo, claro, mas saiba que se assim ele fizer, ele estará lidando um “pirulito” e nada mais. As pessoas acham que Deus tem obrigação de curá-las de todos os males, e de fato ele pode curar, mas não vai! Você quer a cura para a sua alma? Seja você mesmo a cura!

Como um evangélico pode lidar com a depressão?

A Graça não nos desnaturaliza! Conheci diversas pessoas que nos cultos evangélicos eram conhecidos como “homens de Deus”, mas que não aguentavam pensar que na segunda-feira precisavam trabalhar. E isto não porque eram preguiçosos, mas porque durante o culto entravam em estado de êxtase e não se lembravam mais de como a depressão/solidão estava instalada como um vírus de computador em suas almas. Mas como já disse diversas vezes aqui no blog: “o verdadeiro evangelho não é para ser vociferado nos púlpitos, mas para me ajudar no dia a dia”, pois só você sabe para qual casa vai voltar depois do culto. Só você sabe para qual emprego, para qual escola, para qual marido, para qual esposa você voltará depois do culto. Ou, neste caso, só você sabe para qual você, você voltará!
Sendo assim posso dar algumas dicas de como você pode lidar com a depressão/solidão:
  • Pratique esportes (de preferencia a esportes coletivos)
  • Escreva, mesmo que seja para você mesmo. Por mais que ninguém mais leia, escreva como você está se sentindo.
  • Procure um psicólogo em sua cidade, com certeza ele saberá o que fazer com você.
  • Leia o Novo Testamento, de preferencia os quatro evangelhos.
  • Ocupe a mente com algo prazeroso. Brinque com os seus filhos, brinque com a sua esposa(o) ou com alguns amigos especiais.
  • Saia de casa! Vá tomar sol, correr, andar de bicicleta, suar e fazer caminhadas.
  • Aprenda que o que você está sentindo não é exclusivismo seu, mas milhões de pessoas ao redor do mundo também sentem.
Eu poderia falar mais sobre este assunto, pois como já revelei, passei e passo por isso.
Porém aguardo o dia em que tudo ficará para trás, e assim como o dia mau demora “uma eternidade”, a minha existência ao lado Dele será eterna, pois hoje vejo como em enigma e me pergunto “porquê”, mas chegará o dia em que verei face a face e tudo será claro. Pois posso sofrer de tudo, mas atrás da depressão, da dor, da angustia e da solidão, há um espacinho na minha alma que ainda não foi devorada, pois é a parte que carrega a fé naquilo que ainda não vi, mas que espero!
PS: Não tenha vergonha em procurar um psicólogo. Saiba que Deus deixou os médicos e deu capacidade aos homens de curar gripes, mesmo ele (Deus), tendo o poder de curar cânceres.
Até Já!

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

------ ATENÇÃO MEU BRASIL ------ é dia 17 de janeiro confira !




------ ATENÇÃO MEU BRASIL ------
É com uma alegria que não cabe no peito que venho convidar a todos para o grande culto 
de ação de Graças, na residencia do meu tio o Pb: Antonio Fonseca, localizada no centro
 da cidade de Serra do Mel, a todos que oraram por ele e os que de uma forma ou de outra
 nos ajudaram chegou o dia de engradecermos ao dono de tudo isso, o nosso DEUS, é ele 
que faz todos as essas coisas, venha traga sua gratidão a ele, e juntos vamos adorá-lo por 
tudo que fez e faz nas nossas vidas e pelo milagre que fez na vida do meu tio, venha ouvir
 um pouco do seu testemunho e comprovar como DEUS é maravilhoso.

O culto começara as 19:00 hs, o preletor convidado será o Pr: Davi Fonseca de São Paulo
 Capital, os louvores serão de vários cantores convidados.

Aguardo todos lá . . .

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Ilustrações - O Homem e a Carroça Com Três Pedras




Conta-se a história de um homem que um dia encontrou Deus num vale.

- Como você está nesta manhã? – perguntou Deus.

- Estou bem, obrigado – respondeu o homem. – Posso fazer alguma coisa pelo Senhor hoje?

- Sim – disse Deus – tenho uma carroça com três pedras e preciso que alguém leve até a colina para mim. Você está disposto?

- Sim, gostaria muito de fazer algo pelo Senhor. As pedras não parecem pesadas e a carroça está em boas condições. Ficaria feliz em fazê-lo. Onde o Senhor gostaria que eu a deixasse?

Deus deu ao homem instruções específicas, desenhando um mapa no chão, à beira da estrada.

- Passe pelo bosque e suba pela estrada que termina no alto da colina. Quando chegar ao cume, deixe lá a carroça. Obrigado por sua boa vontade em me ajudar.

- Tudo bem! – o homem respondeu e começou sua caminhada animado.

A carroça se arrastava devagar, mas a carga era leve. Ele começou a assobiar enquanto caminhava rapidamente pela floresta. Que alegria ser capaz de ajudar o Senhor, pensou ele admirando o lindo dia. Perto da terceira curva, entrou numa pequena vila. As pessoas sorriam e o cumprimentavam. Então, na última casa, um homem o parou e lhe perguntou:

- Como você está nesta manhã? Que linda carroça você tem aí. Aonde você vai?

- Bem, hoje de manhã Deus me deu um trabalho. Vou deixar essas três pedras no topo da colina.

- Que maravilha! Você acredita? Pela manhã estive orando porque não sabia como levar essa rocha até o cume da montanha – disse o homem com grande entusiasmo. – Você poderia levá-la para mim até lá? Seria como uma resposta à minha oração.

O homem com a carroça sorriu e respondeu:

- Claro! Coloque-a atrás das três pedras.

Então, partiu o homem com três pedras e uma rocha dentro da carroça que parecia um pouco mais pesada. Ele podia sentir o solavanco de cada batida e a carroça já puxava para o lado. O homem parou para ajeitar a carga enquanto cantava um hino de louvor, satisfeito por ajudar um irmão e também a Deus. Depois, partiu novamente e logo chegou a um outro vilarejo. Um grande amigo vivia lá e lhe ofereceu um refresco.

- Você está indo para o topo da colina?

- Sim! Estou muito entusiasmado. Imagine, Deus me deu algo a fazer!!

- Ei! Preciso levar uma mala de seixos para lá. Estava preocupado pois não arranjava tempo para levá-la eu mesmo. Mas você poderia encaixá-la entre as três pedras, aqui no meio. – Deste modo, colocou sua carga na carroça.

- Isso não deve ser problema – disse o homem. Acho que consigo levar. Terminou de beber o refresco, levantou-se e com um aceno começou a puxar a carroça de volta para a estrada.

Definitivamente, a carroça pesava em seus braços agora, mas não chegava a ser desconfortável. No início da subida começou a sentir o peso. Apesar disso, sentia-se bem por estar ajudando um amigo. Certamente Deus ficaria orgulhoso de sua energia e disposição para ajudar.

A uma pequena parada seguiu-se outra e a carroça começou a ficar cada vez mais pesada. O sol estava quente e seus ombros doíam por causa do esforço. Logo as canções de gratidão deixaram seus lábios e o ressentimento começou a crescer em seu interior. Não foi isso que ele aceitou pela manhã. Deus havia lhe dado uma carga mais pesada do que ele era capaz de suportar.

A carroça parecia enorme e desajeitada enquanto se movia com dificuldades. Frustrado, o homem começou a pensar em desistir e em deixar a carroça rolar ladeira abaixo. Deus estava fazendo um jogo cruel com ele. A carroça cambaleou e a carga se chocou com a parte de trás de suas pernas, machucando o homem.

- Já chega! Deus não pode esperar que eu puxe tudo isso até o alto da montanha. Ó, Deus. Isso é muito duro para mim! Pensei que estivesses me ajudando nessa viagem, mas estou oprimido por uma carga muito pesada. O Senhor tem que arrumar mais alguém para levá-la. Não sou forte o bastante.

Quando orou, Deus apareceu ao seu lado.

- Parece que você está em dificuldades. Qual é o problema?

- Tu me deste um fardo pesado demais. Isso não é para mim!

Deus caminhou até a carroça, apoiada em uma pedra.

- O que é isso? – e levantou a mala de seixos.

- Isso pertence ao John, meu grande amigo. Ele não tinha tempo para trazê-la sozinho. Pensei que poderia ajudar. - E isto?

Deus continuou a esvaziar a carroça, retirando tanto itens leves como pesados. Caíram no chão e a poeira levantou. O homem que esperava ajudar a Deus ficou em silêncio.

- Se você permitir que os outros levem as suas próprias cargas, eu o ajudarei com sua tarefa.

- Mas eu prometi que ajudaria! Não posso deixar essas coisas abandonadas aqui.

- Deixe que os outros carreguem seus próprios pertences – disse Deus mansamente. – Sei que você estava tentando ajudar, mas enquanto você estiver sobrecarregado com todos esses cuidados, não conseguirá fazer o que lhe pedi.

O homem logo se pôs de pé, percebendo subitamente a liberdade oferecida por Deus.

- Quer dizer que só preciso levar as três pedras?

- Foi o que lhe pedi. – Deus sorriu – Meu jugo é suave e meu fardo é leve. Nunca vou lhe pedir para carregar mais do que você consegue suportar.

- Eu consigo fazer isso! Disse o homem sorrindo. Agarrou o cabo da carroça e recomeçou sua jornada. Um novo canto lhe encheu os lábios, com grande alegria chegou ao topo da colina. Foi um dia maravilhoso, pois ele havia feito o que o Senhor lhe pediu.

Fonte: Livro “Como Ter Um Coração De Maria No Mundo De Marta” Joanna Weaver

Êxodo: Deuses e Reis é o campeão de bilheteria do final de semana


O filme “Êxodo: Deuses e Reis” estreou no Brasil no dia 25 de dezembro e no primeiro final de semana se tornou o campeão de bilheteria, atraindo uma multidão de espectadores para as salas de cinema.
A obra dirigida por Ridley Scott conta a história de Moisés, mostrando toda a história bíblica do profeta que tirou os judeus da opressão do Egito, fazendo-os atravessar o Mar Vermelho e a vagar pelo deserto em busca da terra prometida.
O longa tem Christian Bale no papel principal e outros nomes como Joel Edgerton, John Turturro, Sigourney Weaver, María Valverde, Ben Kingsley, Ben Mendelsohn e outros.
A história de Moisés atraiu 919.088 espectadores brasileiros até os cinemas entre a quinta-feira (25) e o domingo (28), segundo dados da Rentrak. Em segundo lugar entre os mais vistos está o desenho da Disney “Operação Big Hero” que atraiu 452.643 pessoas.
“Êxodo: Deuses e Reis” faz parte da série de filmes bíblicos que estão sendo produzidos em Hollywood. No começo do ano o filme “Noé” estreou atraindo mais de 1,3 milhões de pessoas aos cinemas encerrando a série de exibições em maio com 4.882.842 ingressos vendidos em todas as regiões do país.

O que é o DIP? Entre nessa junto comigo !!!




Domingo da Igreja Perseguida: cristãos brasileiros servindo cristãos perseguidos
Conscientizar a Igreja brasileira da perseguição aos cristãos é uma maneira de servir nossos irmãos e também de edificar os brasileiros em seu relacionamento pessoal com Deus
 
Uma celebração única, com milhares de pessoas estendendo-se do norte ao sul do Brasil em torno de um único propósito: servir cristãos perseguidos. Esse é objetivo do Domingo da Igreja Perseguida (DIP), realizado no Brasil desde 1988. 
 
Em pleno século 21, cerca de 100 milhões de cristãos enfrentam hostilidade e perseguição pelo simples fato de seguir a Cristo. Essa intolerância vem de várias fontes: governo, sociedade e até mesmo da família. Por causa de sua fé, esses irmãos enfrentam desde desemprego, exclusão da sociedade, expulsão do círculo familiar a interrogatórios, aprisionamentos, torturas e até mesmo a morte.
 
O evento, idealizado pelo Irmão André (fundador da Portas Abertas) em 1987, relembra a “fundação” da Igreja Perseguida: Atos 4 marca o início da perseguição aos cristãos logo após a descida do Espírito Santo (domingo de Pentecostes), com a prisão de Pedro e João.
 
Em 2014, em sua 26ª edição, 5.667 igrejas em todo o Brasil dedicaram o domingo 25 de maio para apresentar a causa da Igreja Perseguida e apoiá-la por meio de orações e ofertas. Além disso, o DIP também foi realizado nas igrejas em mais de onze países: Bolívia, Chile, Estados Unidos, Guiné Bissau, Uganda, Cabo Verde, Peru, Portugal, França, Alemanha e Japão.
 
Envolva-se! No domingo, 31 de maio de 2015, aproveite a liberdade que temos como Igreja brasileira e utilize-a no serviço aos nossos irmãos perseguidos. 
 
Nós e os cristãos perseguidos contamos com você!

Portas Aberta

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

O lado oculto do Facebook

O lado oculto do Facebook

As redes sociais têm desenvolvido um papel importantíssimo em relacionamento à distância. Quando eu digo à distância falo literalmente amigos, familiares que de fato estão distantes uns dos outros. Isso é legal e não há nada de errado nesse estreitamento entre as pessoas usando as redes sociais.  Mas não podemos ignorar os males que essas redes podem trazer as pessoas que muitas vezes a usam até de boa-fé.
Tenho encontrado amigos de infância, que hoje mantemos contato, trocamos ideias, rimos, felicitamos um ao outro e isso é bom, reconheço.
Facebook te entregando
Mas como toda ferramenta nessas redes também existe o lado oculto e má, onde pessoas vivem xeretando, vasculhando a vida alheia. Embora tenhamos centenas de “amigos” é bom ficar atento que, embora eles estejam relacionados como amigos, nem todos realmente o são.
Devemos ter cuidado com o que postamos, sei que as vezes nos dá vontade de contar tudo pra alguém, quem sabe por estarmos passando por alguma situação desagradável naquele momento. É sempre assim, quando vem os vendavais, na maioria das vezes, estamos “sozinhos” com o aparelho nas mãos e sem percebermos, desabafamos.
 Cuidado com o que se posta.
Assim como em nossa vida secular somos responsáveis por cada palavra que falamos, neste mundo interativo o que você posta também tem suas consequências. Cuidado com postagens, notícias, denúncias pela qual você não tem certeza do que está sendo informado nem tão pouco a fonte. As pessoas não têm noção disso, fala o que quer, comenta coisas íntimas, abrem o verbo via Facebook e esquecem que dezenas, centenas, quem sabe, milhares estão lendo e ouvindo seus lamentos.
Como falei, nem sempre aqueles que você agregou como amigo é de fato amigo, muitas vezes são inimigos ocultos a espera de uma novidade. Conheço história de pessoas arruinadas por desabafos comentários inapropriados para a rede.
 “Usa o Facebook como confessionário depois não quer pagar a penitência”
Isso mesmo que você acabou de ler acima, se você não quer que as pessoas se metam em seus relacionamentos, ou descorde de colocações mal postada por você, NÃO POSTE coisas íntimas, coisas que deverão ser resolvidas entre os mais chegados quem sabe cônjuges. O Facebook não é confessionário, cuidado com suas palavras. Esteja consciente que o que você posta vai ser respondido, criticado, censurado por alguém, depois não adianta se lamentar…
Perigo oculto do Facebook.
Tenho notado que muitas pessoas colocam informações de onde moram, telefones, onde estudam, o que vão comprar, se compraram um carro novo elas postam. Se ganharam um dinheiro de algum processo da justiça eles colocam. Quantas histórias de sequestro, roubo e até de morte, por que as pessoas, sem perceber, dão as pistas para que o inimigo oculto as ataquem. Outro dia, não só eu, mas creio que muitos “amigos” de uma pessoa deva ter lido, onde ela escreveu: “Graças a DEUS em fim ganhei essa causa que se arrastava na justiça, agora é só desfrutar da grana”
Imagina alguém assim tipo bandido lendo uma coisa dessa? Imagina esse “amigo oculto e do mal” indo ao perfil desse imaturo internauta e quando chega em seu perfil, lê: Endereço completo, telefone, nome dos filhos, onde estudam, hora que costumam buscá-lo na escola. Já imaginou?
Veja parte de uma matéria que foi divulgada pela a Revista Exame em 2010
Ladrões dizem usar redes sociais para escolher suas vítimas
São Paulo – Uma pesquisa realizada com 50 criminosos britânicos pela companhia de segurança More Than revelou que 12% deles usam redes sociais como Twitter e Facebook para procurar por vítimas em potencial. A justificativa é que nesses sites muitos usuários publicam seus endereços, além de detalhes completos de onde estão e para onde vão.
Conforme o levantamento, 68% dos criminosos, independentemente do meio, coletam informações sobre a rotina de suas vítimas antes de praticar um crime. “Usando o Facebook ou o Twitter para se gabar sobre uma grande noite ou sobre férias em Barbados pode impressionar amigos e colegas, mas é o suficiente para dar a ladrões experientes tudo o que eles precisam saber”, disse Pete Markey, um porta-voz da More Than, ao jornal The Telegraph.
“Antigamente você podia comprar informações de um carteiro ou de um entregador de leite sobre quem estava fora de casa nos feriados. Agora as pessoas estão online dizendo se estão indo ao aeroporto, se estão tomando café, sobre tudo”, explicou à mesma publicação Richard Taylor, um ex-criminoso que hoje é pastor. “Sempre digo que o Facebook diz que você tem 900 amigos, mas que não é verdade. Você tem um amigo e 899 pessoas que vagamente o conhecem”.
“Por favor, me roube”
No início deste ano, um grupo de holandeses criou um site para alertar as pessoas justamente sobre esse risco apontado pela pesquisa. O site Please Rob Me (“por favor, me roube”, em português) agregava todas as informações de pessoas que estavam fora de casa e que comunicavam isso no Foursquare. A ideia, segundo os responsáveis, não era efetivamente servir de fonte de informações para ladrões, mas conscientizar os internautas de que mensagens aparentemente inofensivas podem ser perigosas se divulgadas publicamente. O serviço atualmente está desativado.
Veja também essa matéria:  Cuidado!: ladrões utilizam redes sociais para monitorar suas vítimas
Cuidado !!!   Use o Facebook com moderação ou qualquer rede social. Lembre-se, nem todos são teus amigos. Dificulte o máximo dar informações sobre sua vida pessoal. Não se exponha muito, isso tem um preço, a não ser que você esteja disposto a pagar esse preço. Proteja quem você ama, não coloque endereço de colégio onde estudam seus filhos.
Fica a dica: Facebook tem seu lado oculto.
Pb Josiel Dias

autor(a)

Cadastre seu email e receba nossas novidades