Últimas notícias

Prefeitura acusa Davi Sacer de calote; cantor esclarece o caso

Prefeitura acusa Davi Sacer de calote; cantor esclarece o caso

Muitos cantores evangélicos são assessorados por produtoras de eventos que ficam responsáveis por agendar as apresentações desses artistas.
O cantor Davi Sacer foi citado em diversas reportagens sendo acusado de aplicar golpe na Prefeitura de Matriz de Camaragibe, em Alagoas, que teria pago R$ 25 mil de cachê e mais R$ 5 mil em passagens de avião, mas o cantor não compareceu ao evento.
O contrato entre a prefeitura e o cantor teria acontecido por meio de uma produtora que não é a responsável pelo agendamento do cantor que precisou divulgar uma nota oficial esclarecendo o caso.
O prefeito de Matriz de Camaragibe, Marcos Paulo, chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o cantor Davi Sacer o acusando de dar o golpe, já que o valor do evento foi pago para a produtora que afirmava ser a representante dele.
Na nota o evangélico esclarece que não tinha nenhuma informação a respeito do show em Alagoas e que teve sim um evento intermediado pela produtora acusada, mas que seria na cidade de Maceió, evento que aconteceu no dia 23 de abril, mesma data que a prefeitura afirma ter contratado.
“Não tínhamos conhecimento prévio do evento, uma vez que não há qualquer contrato com a Prefeitura da referida cidade, ou mesmo com a empresa G S COSTA ME, tanto que este show sequer constava na agenda divulgada em nosso site”, escreveu Davi Sacer em sua fanpage oficial.
Aproveitando o momento o cantor explicou que sua agenda é administrada pela empresa BREMAR que é a representante oficial. “Assim sendo, ninguém além da empresa está autorizado a receber qualquer valor ou firmar qualquer tipo de contrato em nome do cantor, salvo procuração outorgada através de seus representantes legais, o que não é o caso.”
Davi Sacer lamentou profundamente o ocorrido e pediu desculpas aos seus admiradores da cidade de Matriz de Camaragibe dizendo que terá um grande prazer de se apresentar no município.
Leia na íntegra:
Não tínhamos conhecimento prévio do evento, uma vez que não há qualquer contrato com a Prefeitura da referida cidade, ou mesmo com a empresa G S COSTA ME, tanto que este show sequer constava na agenda divulgada em nosso site.
Nosso contato com a empresa G S COSTA ME resume-se a uma Carta de Exclusividade referente a evento que seria realizado na cidade de MACEIÓ, no dia 23/04/2014, ou seja, mesma data do evento em Camaragibe. Entretanto, de qualquer forma, tal evento não aconteceria, pois como já esclarecido, não chegou a ser firmado nenhum contrato com a citada empresa.
Cumpre esclarecer que qualquer contrato referente a show ou participação do cantor em eventos, é necessariamente firmado com a empresa BREMAR ……, representante do cantor. Assim sendo, ninguém além da empresa está autorizado a receber qualquer valor ou firmar qualquer tipo de contrato em nome do cantor, salvo procuração outorgada através de seus representantes legais, o que não é o caso.
Apesar de tudo, lamentamos profundamente o ocorrido, e nos desculpamos com aqueles que ansiosamente aguardaram pela presença do cantor Davi Sacer. Esperamos, em breve, poder estar com nossos amigos e irmãos da cidade de Matriz de Camaragibe – AL, o que será uma honra para nós.


fonte: gospelprime.com.br

Nenhum comentário