Últimas notícias

As quatro extensões do Amor de Cristo






Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor,
Poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja alargura, e o comprimento, e aaltura, e a profundidade,

E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.
Efésios 3:17-19

Como pessoas crentes, estamos em Cristo. Esta é a nossa posição diante de Deus. Precisamos apreciar a nossa experiência real de que Cristo deve habitar ricamente em nossos corações. Esta é a consequência de estarmos em Cristo. O fato de estarmos em Cristo, nos leva a expressar em nossa vida cristã o amor, que é algo que está em relação com a fé (Ef. 1:15). Tanto o amor como a fé são elementos essenciais para o crente compreender a verdade revelada de Deus.

Já o amor de Cristo que excede todo entendimento, vai além do que o nosso amor pode alcançar, tem um alcance jamais imaginado pelo homem, somente através da Palavra de Deus podemos conhecer com maior precisão a respeito deste amor, que alcança grandiosamente o pecador:
  1. Largura - alcança a todos os homens que creem, tendo estes a chance de se salvar da condenação (Marc. 16:15). Podemos ver a largura do amor do Senhor Jesus nos relatos de todos os Evangelhos, concedendo perdão e salvação a todos os que em arrependimento vão para o Senhor em atitude de fé. a largura deste Amor mostra uma magnitude a todas as nações e classes sociais;
  2. Comprimento - atinge todos os tempos para que os homens de todas as épocas se arrependam (conf. Ef. 1:4; II Ped. 3:9) e continua para todo o sempre, de eternidade a eternidade;
  3. Altura - estendeu até ao céu para trazer o Filho Amado esvaziado de sua majestade (Fil. 2:6-8). Este amor também nos levará para o céu para a presença de Deus (Jo. 14:1-3) onde há muitos lugares para os que creem;
  4. Profundidade - suportou a morte e morte de cruz, sofrendo extremamente para expiar os nossos pecados (Sal. 18:5; I Ped. 2:24). Desta forma, mostra que pode trazer salvação para àqueles que estavam afundados nas trevas, trazendo-os de volta das profundezas do pecado e da miséria.
Tudo isso nos dá uma ideia de como é infinito o Amor de Deus para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores (Rom. 5:8). Por isso, voltemos em arrependimento para Deus.

Nenhum comentário