Últimas notícias

Uma Vida Inteira de Segundas Chances





















"Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos 
perdoar e nos purificar de toda injustiça."
1 João 1:9

Se a parábola do filho pródigo refletisse o tipo de relacionamento que 
muitos de nós têm com Deus, a sua continuação seria o filho teimoso 
saindo sorrateiramente pela porta dos fundos da casa do pai logo depois 
da festa, com seu estômago cheio, a fim de verificar o que mais o mundo 
poderia ter para lhe oferecer. E se esta história retratasse com precisão 
a graça ilimitada de Deus, ela mostraria o pai mais uma vez assumindo 
a sua saudosa vigília.

Jesus certamente escolheu o melhor modo para descrever a Deus, 
comparando-o a um pai amoroso e misericordioso. Em qual relacionamento 
na vida, além deste entre um pai e seu filho, uma pessoa recebe tantas 
segundas chances? Os filhos se rebelam e desobedecem, e seus pais, 
embora façam o melhor que podem para discipliná-los, perdoam e perdoam. 
O ciclo começa nos primeiros anos de vida de uma criança e se estende pela 
adolescência, seguindo até a vida adulta. Quem além do pai ou da mãe iria 
tolerar tantas infrações intencionais por tanto tempo? Certamente não um 
treinador ou empregador.

Se você é pai ou mãe, conhece algo a respeito do coração de Deus. Você 
conhece algo sobre a profundidade do amor que espera pelo retorno de 
um filho que caminha sem destino. Bem lá no fundo, um pai amará o seu 
filho mesmo que este acabe nas ruas. Uma mãe amará o seu eterno bebê 
mesmo que este acabe numa penitenciária. Eles farão o melhor possível 
pelo filho, talvez permitindo que ele sofra as consequências de suas ações 
por algum tempo. Mas nunca deixarão de amá-lo. Da mesma forma, Deus 
o amará onde quer que você for, esperando-o retornar para casa, 
correndo para você pela milésima vez ao primeiro sinal de que você 
está disposto a voltar para Ele.

Deus nos amará ainda que vaguemos longe dEle, e estará sempre 
esperando que voltemos para casa.


Trecho retirado do livro "Graça Diária" da Editora CPAD - 
autores diversos - página 151

Nenhum comentário