Últimas notícias

Carol Celico, Esposa Do Jogador Kaká e Ex-Pastora Evangélica Fez Ensaio De Fotos Ousadas Para a Revista RG Vogue





















Caroline Celico, a esposa do meia brasileiro Kaká, surpreendou a todos depois de fazer 
fotos ousadas para a revista RG Vogue do mês de setembro que deve chegar às bancas 
fim desta semana.

Ex-pastora da Igreja Renascer em Cristo, ela posou com orelhas de coelhinha e explicou 
sobre sua mudança no estilo de vida. “Fazia as coisas para agradar aos outros, achando 
que assim estaria agradando a Deus. Sou como sou porque passei por alguns episódios 
traumáticos e outros muito bons. Mas sou curiosa e continuo superaberta a novas ideias.”

Essa mudança vem depois que ela deixou a denominação e passou supostamente um 
período longo longe das igrejas, segundo declarações feitas anteriormente. “Não sinto 
mais vontade de ir à igreja, não gosto de rótulos. Hoje, sou seguidora de Cristo. O tempo 
que passamos lá na igreja [Renascer] foi bom, não me arrependo. Aprendi o que devo ou 
não fazer", disse ela no programa Show Business, no final de 2011.

Carol, desde sua saída proclama que segue a Cristo, mesmo sem pertencer a nenhuma 
denominação. "Deus me mostrou que posso caminhar com as minhas próprias pernas”

Segundo outras declarações, Celico acredita que a igreja é a sua casa e mostra uma certa 
decepção com relação a entrega do dízimo.“Hoje a nossa igreja é a nossa casa. É isso que 
eu acredito, acredito que Deus, Ele quer olhar para o nosso coração e ver o quanto a gente 
quer entregar da nossa vida e do nosso coração e não só em dinheiro”, disse ela em entrevista 
para o programa TV Fama, que foi ao ar em 21 de julho de 2011.

Carol Celico veio para a igreja de Kaká, ministério fundado por Estevam Hernandes, aos 
16 anos, depois que começou a namorar com o jogador. Ela chegou a ser ordenada pastora 
igreja, mas saiu da denominação em 2009, segundo ela, porque se achava fanática e 
superior aos outros.

Entretanto, segundo os rumores, sua saída teria sido motivada pelo descontentamento 
com as práticas administrativas da denominação, depois do episódio em que os líderes 
da Renascer foram presos nos Estados Unidos por entrarem com uma quantia de 
US$ 46, 5 mil não declarada camuflados na bagagem e em Bíblias.

“Hoje a minha religião é Jesus, é aquilo que eu quero passar para as pessoas, é aquilo 
que está na Bíblia, é ter Deus dentro de mim e querer compartilhar isso com as pessoas”.

A empresária, que hoje é responsável por um site que capta doações para crianças 
necessitadas, afirmou que tem planos de retornar a São Paulo junto com a família.

Fonte: The Christian Post

Nenhum comentário